4 de junho de 2015 leandro

Aulão sobre fundamentalismo e Charlie Hebdoincentiva alunos a serem mais reflexivos

Realizado no dia 21 de maio, última quinta-feira, no auditório do Colégio Medicina, Aulão sobre Charlie Hebdo e Fundamentalismo reuniu a maioria dos alunos do Colégio Medicina para um momento de crítica e discussão.

Organizado pelos professores de História Pedro Ivo, Bruno Alves, Jefté e Eduardo, a apresentação foi dinâmica, expositiva e crítica. “Isso fará com que os alunos sejam mais reflexivos e objetivos em seus estudos e redações, algo que pesa bastante em processos seletivos”, pontua um dos diretores do Colégio Medicina, Prof. Xingu.

Segundo o Prof. Pedro Ivo, em sua explanação, o desenvolvimento da ciência não provocou o retrocesso da religião, pois ela não conseguiu resolver todos os problemas da humanidade. “O século XX mostrou à ciência que ela não consegue resolver tudo, ele desacreditou na ciência. Já a religião, não perde validade com o fracasso, ela é autoconfirmatória”, salientou o professor de História.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Colégio Medicina

Av. Edmundo Pinheiro de Abreu, Nº 888 - Setor Marista - Goiânia-GO -