Edição 2015 do Enem interrompeu a sequência de recordes

A edição deste ano do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) interrompeu a sequência de recordes de participantes que vinha sendo registrada desde 2008. De acordo com o MEC (Ministério da Educação), quase 8,5 milhões de estudantes se inscreveram para as provas que serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro. Nestes quatro meses que ainda restam, é essencial intensificar os estudos para ficar por dentro e dominar o máximo de assunto possível.
O conteúdo do Enem 2015 será o mesmo das edições anteriores. Ao todo, serão 180 questões de múltipla escolha, divididas igualmente em quatro áreas de conhecimento, além de uma redação de caráter dissertativo-argumentativo. No sábado serão aplicadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias, e Ciências da Natureza e suas Tecnologias. No domingo será a vez de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias.

Matérias que caem no Enem 2015
Todos os estudantes que vão fazer as provas nos dias 24 e 25 de outubro precisam ficar por dentro de todo o conteúdo do Enem 2015 – Exame Nacional do Ensino Médio. Os resultados individuais poderão garantir vagas no Sisu, ProUni, Fies, Sisutec e Ciência sem Fronteiras.
As questões do Enem 2015 serão divididas igualmente entre quatro áreas de conhecimento diferentes. De uma maneira geral, as matérias do Enem 2015 abrangidas pelas áreas de conhecimento serão aquelas comuns ao nível médio de ensino: Língua Portuguesa (Gramática e Interpretação de Texto), Língua Estrangeira Moderna (Inglês ou Espanhol), Literatura, Artes, Educação Física, Tecnologias da Informação, Matemática, Química, Física, Biologia, Geografia, História, Filosofia, Sociologia e conhecimentos gerais.

FONTE: enem2015.net

MEC anuncia a criação de novos cursos de Medicina em todo o país

O Ministério da Educação e da Saúde anunciaram a criação de 36 novos cursos de Medicina em todo o Brasil. Os novos cursos, que vão totalizar 2.290 vagas de graduação em faculdades particulares, foram criados dentro da estratégia do Programa Mais Médicos, que visa reestruturar e ampliar o atendimento médico no país, e terão um prazo de 18 meses para começarem a funcionar.
De acordo com os ministérios, as 36 cidades contempladas não têm faculdade na área e não são capitais de estado, o que contribui para a interiorização do ensino médico. A seleção das Instituições de Ensino Superior (IES) foi realizada ao longo de três fases. Primeiro, em fase eliminatória, foram selecionadas as instituições que atendiam aos pré-requisitos relativos à saúde financeira da instituição, do plano de negócios, e da capacidade econômico-financeira para ofertar curso de medicina. Em seguida, foi analisada a experiência regulatória das habilitadas por meio dos seguintes critérios: indicadores de qualidade das IES vinculadas e indicadores dos cursos da área de saúde, oferta de curso de Medicina, existência residência médica e pós-graduação stricto sensu e processos de supervisão.
A fase final, de análise e classificação das propostas, selecionou os melhores projetos. A avaliação foi realizada por especialistas, médicos professores de Medicina de universidades federais, integrantes da Comissão de Acompanhamento e Monitoramento de Escolas Médicas. Foram avaliados o projeto pedagógico, o plano de infraestrutura da instituição de educação superior, de contrapartida à estrutura de serviços, ações e programas de saúde do município, plano de implantação de residência médica e o de oferta de bolsas para alunos.
São Paulo receberá a maior oferta dos novos cursos
O estado de São Paulo é o que mais oferecerá novos cursos de medicina autorizados pelo Ministério da Educação. Serão 12 cidades, com um curso cada, o que totaliza 930 vagas. Os municípios contemplados são: Araçatuba, Araras, Bauru, Cubatão, Guarujá, Guarulhos, Jaú, Mauá, Osasco, Piracicaba, Rio Claro, São Bernardo do Campo e São José dos Campos.
As instituições selecionadas foram: Centro Universitário Católico Salesiano Auxilium de Araçatuba, Faculdade São Leopoldo Mandic de Araras, Universidade Nove de Julho, Universidade Santa Cecília, Universidade do Oeste Paulista, Universidade Nove de Julho de Mauá, Universidade Nove de Julho de Osasco, Universidade Anhembi Morumbi de Piracicaba, Universidade Anhembi Morumbi de Rio Claro, Universidade Nove de Julho de São Bernardo do Campo e Universidade Anhembi Morumbi de São José dos Campos.

FONTE: Guia do Estudante

Goiás teve 6,6 mil financiamentos a menos este ano

O número de novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) caiu 44,8% em Goiás, no primeiro semestre de 2015 em comparação ao mesmo período de 2014. Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação (MEC) responsável pelo Fies, este ano o Estado teve 8.152 novos inscritos, contra 14.767 no início do ano passado. Read more

Interdisciplinaridade marca II Simpósio de Direito Médico

Promover a defesa profissional e científica de seus associados. Este é o dever da Associação Médica de Goiás, segundo as palavras do diretor científico da entidade e um dos diretores do Colégio Medicina, Waldemar Naves do Amaral. E assim se cumpriu mais um passo desta missão com a realização da 2ª edição do Simpósio de Direito Médico, na manhã do dia 13 de junho, no auditório do Colégio Medicina que ainda teve a participação da alguns alunos do Colégio.
Read more

Médico que dá nome a uma das turmas do Colégio Medicina é homenageado em cerimônia promovida pela AMG

A Associação Médica de Goiás promoveu, no dia 10 de junho, em sua sede, uma homenagem ao pioneiro da Medicina goiana, o radiologista Nabyh Salum, chamado de médico do corpo e de almas, responsável pela construção da primeira casa da entidade e nomeia um das turmas do Colégio Medicina. Na oportunidade, foi lançada uma placa com o nome Nabyh Salum que identificará uma das alas das novas instalações da Associação Médica, no empreendimento Órion Business & Health Complex.
Read more

“O stress, na verdade, é um atropelo do pensamento”

“Sou Tenente-coronelmédico da Polícia Militar, professor adjunto da Faculdade de Medicina da Universidade Federal de Goiás, presidente da Sociedade Brasileira de Ultrassonografia, presidente da Federação Internacional de Ultrassonografia da América Latina e tenho uma clínica grande, que é a Fértile, onde praticamos ultrassonografia, laparoscopia, histeroscopia e fertilização in vitro. Somado à prestação de serviços, de docência, de atividade em serviço público, me envolvo ainda com as atividades classistas. Esse conjunto de coisas faz o dia ficar meio curto. Read more

Aulão sobre fundamentalismo e Charlie Hebdoincentiva alunos a serem mais reflexivos

Realizado no dia 21 de maio, última quinta-feira, no auditório do Colégio Medicina, Aulão sobre Charlie Hebdo e Fundamentalismo reuniu a maioria dos alunos do Colégio Medicina para um momento de crítica e discussão. Read more

Escreva sua mensagem!

Get in touch with us!

Av. Edmundo Pinheiro de Abreu, Nº 888 - Setor Marista - Goiânia-GO -