20 de julho de 2015 leandro

Goiás teve 6,6 mil financiamentos a menos este ano

O número de novos contratos do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) caiu 44,8% em Goiás, no primeiro semestre de 2015 em comparação ao mesmo período de 2014. Segundo o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), órgão do Ministério da Educação (MEC) responsável pelo Fies, este ano o Estado teve 8.152 novos inscritos, contra 14.767 no início do ano passado.

A queda ocorreu por conta das mudanças nas regras e problemas no site do Fies. As instituições de ensino superior dizem que as mudanças nas regras do Fies dificultaram o acesso dos estudantes ao financiamento e, consequentemente, ao sonho de fazer uma faculdade.
Para o presidente do Sindicato das Mantenedoras das Instituições Particulares de Ensino Superior do Estado de Goiás, Jorge de Jesus, as limitações no crédito federal afetaram diretamente as instituições privadas. “A falta de financiamento para os alunos da classe C e D diminuiu o número de matrículas e aumentou a evasão escolar, porque muitos alunos fizeram matrícula e não conseguiram pagar”, afirmou.
Mudanças
Desde o fim do ano passado, o MEC divulgou uma série de mudanças para se obter o crédito federal. Na avaliação de Jorge, a que mais dificultou a adesão dos alunos foi a exigência de 450 pontos no Enem.

FONTE: O Popular

Av: Edmundo Pinheiro de Abreu, Nº 888 - Setor Marista - Goiânia-GO -